21
Thu, Sep
6 New Articles

unnamed

Santo Tirso

A câmara de Santo Tirso avançou hoje que vai investir meio milhão de euros no Parque Metropolitano de Monte Córdova, espaço partilhado com Paços de Ferreira, de forma a integrá-lo nos circuitos turísticos Porto e Norte de Portugal.

Em causa está um parque com uma área de cerca de 600 hectares, dos quais 80% pertencem a Santo Tirso (estendendo-se ao longo de quatro freguesias) e 20% a Paços de Ferreira (uma freguesia).

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, apontou que "está a ser trabalhada a integração do Parque Metropolitano Monte Córdova nos circuitos turísticos da Porto e Norte de Portugal", razão pela qual decidiu encomendar um plano sobre ações que possam promover e melhorar o espaço.

"É um espaço com muito potencial. Estamos a desenvolver e intensificar ações desde a cultura, ao turismo e desporto, para o promover. Também queremos fazer um estudo de viabilidade económica e atrair parceiros, por exemplo, para a instalação de zonas de restauração e de hotelaria", enumerou o autarca.

Quanto a planos a curto prazo, Joaquim Couto falou de um investimento de meio milhão de euros a concretizar em 2018 em vertentes como a ligação pedonal entre o Castro do Monte Padrão e o Castro de Sanfins ou a musealização do Rego dos Frades, uma estrutura hidráulica com cerca de 7,5 quilómetros que alimentava o chafariz do Mosteiro de Santo Tirso.

O autarca também falou da recuperação de dois carvalhais centenários e na identificação das Quedas da Fervença, zona com quedas de água, somando-lhes um percurso e acesso pedonal.

"Trata-se de um parque intermunicipal e metropolitano porque o Conselho Metropolitano do Porto também já o assumiu. Estamos a trabalhar na sua dinamização, nomeadamente, embora já a médio/longo prazo, na colocação de um teleférico, instalação de parque de campismo, bem como de unidades hoteleiras", descreveu o autarca.

 

Joaquim Couto revelou ainda que Santo Tirso assinou no primeiro semestre deste ano um protocolo com o Município de Paços de Ferreira, ambos concelhos do distrito do Porto, também no âmbito deste dossiê.

A câmara de Santo Tirso avançou hoje que vai investir meio milhão de euros no Parque Metropolitano de Monte Córdova, espaço partilhado com Paços de Ferreira, de forma a integrá-lo nos circuitos turísticos Porto e Norte de Portugal.

Em causa está um parque com uma área de cerca de 600 hectares, dos quais 80% pertencem a Santo Tirso (estendendo-se ao longo de quatro freguesias) e 20% a Paços de Ferreira (uma freguesia).

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, apontou que "está a ser trabalhada a integração do Parque Metropolitano Monte Córdova nos circuitos turísticos da Porto e Norte de Portugal", razão pela qual decidiu encomendar um plano sobre ações que possam promover e melhorar o espaço.

"É um espaço com muito potencial. Estamos a desenvolver e intensificar ações desde a cultura, ao turismo e desporto, para o promover. Também queremos fazer um estudo de viabilidade económica e atrair parceiros, por exemplo, para a instalação de zonas de restauração e de hotelaria", enumerou o autarca.

Quanto a planos a curto prazo, Joaquim Couto falou de um investimento de meio milhão de euros a concretizar em 2018 em vertentes como a ligação pedonal entre o Castro do Monte Padrão e o Castro de Sanfins ou a musealização do Rego dos Frades, uma estrutura hidráulica com cerca de 7,5 quilómetros que alimentava o chafariz do Mosteiro de Santo Tirso.

O autarca também falou da recuperação de dois carvalhais centenários e na identificação das Quedas da Fervença, zona com quedas de água, somando-lhes um percurso e acesso pedonal.

"Trata-se de um parque intermunicipal e metropolitano porque o Conselho Metropolitano do Porto também já o assumiu. Estamos a trabalhar na sua dinamização, nomeadamente, embora já a médio/longo prazo, na colocação de um teleférico, instalação de parque de campismo, bem como de unidades hoteleiras", descreveu o autarca.

Joaquim Couto revelou ainda que Santo Tirso assinou no primeiro semestre deste ano um protocolo com o Município de Paços de Ferreira, ambos concelhos do distrito do Porto, também no âmbito deste dossiê.

Videos em destaque

Siga-nos no facebook